Categorias


Contactos

Praça da Corujeira 38,
Apartado 3825 | 4300-144 Porto
telf: +351 225 899 626/8
fax: +351 225 899 629
geral[at]dignus.pt

16 de Maio, 2022

Portal Dignus

Mais um site WordPress

Dicas para um Natal mais saudável para quem sofre de diabetes

2 min read
As pessoas com Diabetes devem, tal como toda a família, usufruir desta época especial tendo alguns cuidados essenciais para a sua saúde. Aqui ficam algumas estratégias por forma a compensar alguns excessos de gordura e de açúcar, que normalmente se cometem nestas alturas festivas.
terceira idade

As pessoas com Diabetes devem, tal como toda a família, usufruir desta época especial tendo alguns cuidados essenciais para a sua saúde. Aqui ficam algumas estratégias por forma a compensar alguns excessos de gordura e de açúcar, que normalmente se cometem nestas alturas festivas.

Para tal, podemos confecionar as tradicionais receitas de Natal, mas com os cuidados necessários para que estas não se tornem nocivas para os idosos que sofrem de diabetes. Assim, basta reduzir ou substituir alguns ingredientes, ajustando, também, alguns métodos culinários melhorando, assim, a composição nutricional da receita a fazer.

Sonhos, rabanadas, azevias e coscorões, são alguns doces de Natal que fazem parte desta quadra. Se tivermos o cuidado de escolher os ingredientes mais benéficos para a saúde, teremos um Natal com sabor e menos calorias.

Pode, então, perguntar-se, mas como fazer receitas de Natal mais saudáveis?

  • Nas receitas que levam leite, opte pelo leite magro. Já naquelas que levam natas, substitua pelas suas congéneres light/ligeira ou por iogurtes naturais magros;
  • A gordura retida nos alimentos fritos varia em função da dimensão do alimento: quanto maiores, menos gorduras acumulam;
  • Não deixe que os alimentos absorvam muito óleo! Para isso basta ter em atenção a temperatura de fritura (não ultrapassar os 180 °C);
  • Reduza a quantidade de açúcar das suas receitas a metade ou substitua o açúcar por adoçantes;
  • Nas receitas que contêm muitas gemas, substitua parte delas por claras.


Se, numa refeição, lhe apetecer comer uma sobremesa doce, convém reduzir na mesma refeição os outros alimentos com hidratos de carbono, como, por exemplo: batata, arroz ou massa. Em contrapartida, reforce o consumo de produtos hortícolas. Para compensar a ingestão entra de gordura evite os fritos como acompanhamento da carne ou do peixe. Mesmo sendo o azeite uma gordura excelente, para não aumentar demasiado o aporte deste nutriente, convém reduzir o “comprimento do fiozinho” de azeite com que se tempera o delicioso bacalhau da Consoada.

Pode ainda optar por:

  • Realizar as suas refeições no dia da Ceia como normalmente, inclusive as intermédias;
  • Procurar confecionar em casa a maioria dos pratos/doces da sua Ceia;
  • Fazer uma lista de pratos/doces que vai confecionar com a respetiva lista de ingredientes;
  • Fazer as compras com antecedência para poder escolher calmamente os alimentos e aproveitar as promoções de Natal;
  • Comparar rótulos e preços, escolhendo sempre o mais saudável, por menos dinheiro;
  • Confecionar as quantidades estritamente necessárias para a Ceia e dia de Natal;
  • Evitar petiscar enquanto prepara as refeições, pois pode perder-se a noção da quantidade de comida ingerida;
  • Evitar comer frutos secos /cristalizados enquanto não chega a hora da Ceia;
  • Fazer caminhadas ou outra atividade física.

Siga estas dicas e tenha um Natal saudável e igualmente saboroso!