Portal Dignus

Mais um site WordPress

Plano de cuidados para o Cuidador Informal

3 min read
O plano de cuidados é uma ferramenta que os cuidadores profissionais e os prestadores de cuidados de longa duração...
plano de cuidados para os cuidadores informais

O plano de cuidados é uma ferramenta que os cuidadores profissionais e os prestadores de cuidados de longa duração usam para garantir que as necessidades dos seus pacientes sejam atendidas com respostas oportunas e de alta qualidade.

Os cuidadores familiares podem beneficiar com uma abordagem semelhante, para organizar as suas tarefas diárias ou criar uma conta formal de todos os serviços prestados. Com este plano de cuidados, o cuidador pode organizar eficientemente os seus deveres, focando-se numa tarefa de cada vez e assim melhora a qualidade do cuidado prestado e reduz a probabilidade de qualquer acidente.

1. Crie a sua equipa de cuidados

Os membros da família muitas vezes perguntam quando é o momento certo para se envolver no quotidiano e no cuidado da pessoa idosa. Os adultos tipicamente discutem a saúde e a situação de vida dos seus pais entre si até que uma situação imprevista faça com que eles tomem medidas. Mas esta não é a melhor maneira de abordar o assunto com idosos ou preparar-se para gerir a saúde, finanças e cuidados diários de outra pessoa. Fale do assunto o mais cedo possível e, a partir daí, selecione pessoas bem-sucedidas com competências práticas e junte-as à sua equipa de cuidados. Crie o seu modelo de plano de cuidados: depois de ter uma equipa de suporte no local. Pode começar a tomar medidas para projetar um plano personalizado para o idoso e para que cada membro da equipa possa seguir. Devem trabalhar em conjunto para avaliar a situação do idoso, identificar as suas necessidades e definir metas, combinar as tarefas de cuidados e adicionar profissionais qualificados e outros recursos antes de poder implementar o seu plano. Completar cada uma dessas fases na sua totalidade irá ajudá-lo a elaborar um plano sustentável e abrangente para a pessoa idosa. Passar por este processo no início e regularmente reavaliar o seu plano é a melhor maneira de ser um cuidador de sucesso.

2. Fortaleça o seu plano de cuidados com ajuda profissional

Membros da família e amigos íntimos estão familiarizados, então eles provavelmente terão uma compreensão maior no que concerne ás preferências e rotinas da sua família. Isso não significa que a atenção precisa ser estritamente limitada a essas pessoas, no entanto, para famílias menores e indivíduos que não possuem uma equipa de cuidados coesa, existem recursos disponíveis para ajudar a fazer seu plano de cuidados um sucesso. Consultores gerontológicos podem ser especialmente úteis ao longo da sua jornada de cuidados. Certifique-se de explorar todas as opções disponíveis.

  • cuidados com o lar: cuidadores profissionais/ formais podem ajudar a pessoa idosa com atividades de vida diária, serviços de limpeza, recados, companheirismo e transporte;
  • cuidados diurnos para adultos: para os cuidadores que gostariam de manter os idosos, mas precisam de apoio adicional para poderem trabalhar durante o dia ou ter tempo de descanso, os serviços diurnos para pessoas são o ajuste perfeito.
  • gestores de cuidados geriátricos: esses profissionais são normalmente trabalhadores sociais certificados e com conhecimentos em cuidados para idosos. O trabalho deles é realizar pesquisas extensas sobre todos os recursos disponíveis para as pessoas idosas, coordenar benefícios e cuidados e ajudar os membros da equipa a discutir tópicos difíceis;
  • médicos: os médicos são responsáveis ​​pela administração de medicamentos e cuidados de saúde no seu plano de atendimento. É crucial desenvolver relacionamentos com cada um e ajudá-los a se comunicar uns com os outros. A sua equipa de cuidados pode incluir o médico de cuidados primários, um geriatra, um neurologista, um psicólogo e outros especialistas;
  • trabalhadores sociais: tipicamente encontrados em hospitais e centros de cuidados geriátricos, esses coordenadores de cuidados ajudam os pacientes e seus familiares a entender os diagnósticos, tomar decisões e localizar recursos diversos. O objetivo final para os trabalhadores sociais é assegurar o bem-estar geral de cada cliente.

Tenha em mente que o seu plano de cuidados continuará a desenvolver-se e a evoluir à medida que você e a sua equipa de cuidados ganham experiência e as necessidades dos idosos mudam. Dá muito trabalho estabelecer um plano de cuidados, mas mesmo que não esteja muito desenvolvido é sempre melhor do que nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.