Portal Dignus

Mais um site WordPress

Associação Coração Amarelo Inicia uma parceria com a revista Dignus

3 min read
A Associação Coração Amarelo - Delegação de Lisboa inicia no presente ano uma parceria com a revista Dignus. Esperamos que seja frutuosa e contribua para enriquecer e entreter os leitores a quem faremos companhia em todas as edições!

Procuraremos trazer temáticas que venham ao encontro das expetativas dos leitores, na esfera de intervenção social em voluntariado junto da população idosa.

A missão da Associação Coração Amarelo (ACA) é apoiar e acompanhar pessoas idosas que se encontrem em situação de solidão e/ou isolamento, ou em risco de virem a estar. Sendo uma entidade enquadradora de voluntariado, assegura esta missão através da ação de voluntários, os quais se deslocam ao local de residência das pessoas apoiadas, seja em domicílio ou em estruturas residenciais para pessoas idosas, com os objetivos de fazer companhia, conversar e ouvir. Algo tão difícil nos dias que correm!

O objetivo que move a organização de uma resposta social em voluntariado visa potenciar um processo de envelhecimento ativo e participativo da população apoiada, através da ação de voluntários formados, enquadrados, acompanhados e supervisionados por uma equipa de profissionais, nomeadamente:

  • Concretizar a finalidade do exercício do voluntariado;
  • Enquadrar, com recurso ao trabalho de profissionais, o voluntariado;
  • Confirmar o voluntariado como resposta social;
  • Contribuir para o bem-estar da população idosa apoiada, procurando satisfazer as suas necessidades em termos emocionais e socio-relacionais;
  • Desenvolver um trabalho de parceria com entidades da área da saúde e da ação social com vista à construção de respostas integradas e diferenciadas;
  • Apostar na formação contínua dos voluntários assim como no enquadramento, acompanhamento e supervisão da sua ação, com vista à diferenciação da resposta, tendo em conta as necessidades específicas de cada pessoa apoiada.
Cartaz Associação Coração Amarelo

“Convidamos, por fim, os leitores a visitar o website da instituição (…) e quem sabe, a juntarem-se à nossa causa!”

Sandra Mourinha, Presidente da Delegação de Lisboa da Associação Coração Amarelo

Acreditamos que a intervenção social só pode acontecer quando está devidamente enquadrada e supervisionada por profissionais experimentados e que se dediquem a sua atuação, em exclusivo, ao planeamento desta resposta.

No âmbito do trabalho em rede têm vindo a verificar-se o reconhecimento e valorização, de forma crescente, da complementaridade do voluntariado como resposta a outras formas de intervenção social. A intervenção junto da população idosa, num contexto de contínuas mudanças sociais e tecnológicas que, muitas vezes, desencadeiam desajustamentos nas formas de estar e/ou fazer habituais, impõe a definição clara dos limites de atuação do voluntário numa dupla perspetiva: por um lado, a promoção da autonomia da população idosa, compreendendo a necessidade desta manter uma atividade socio relacional e de assim, se mitigarem os efeitos de desadaptações sociais; por outro, a assunção de que o voluntário da Associação Coração Amarelo atua numa esfera muito específica mas absolutamente determinante para a definição de uma intervenção que perspetive a satisfação de diferentes níveis de necessidades do ser humano, conforme Maslow definiu há mais de um século através da, por todos conhecida, “Teoria da Hierarquia das Necessidades(1973).

Convidamos, por fim, os leitores a visitar o website da instituição de modo a conhecerem melhor a ação desenvolvida, e quem sabe, a juntarem-se à nossa causa!

Sandra Mourinha
Presidente da Delegação de Lisboa da Associação Coração Amarelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.